Clube de Campo de Mogi das Cruzes comemora 60 anos com homenagem a ex-presidentes

Troféus confeccionados especialmente para a ocasião serão entregues aos mogianos que comandaram a presidência do clube ao longo da história
 
O Clube de Campo de Mogi das Cruzes (CCMC) irá celebrar, em grande estilo, os seus 60 anos de fundação. A comemoração será sábado (26/08), às 21 horas, com o tradicional Baile de Aniversário, no Salão Social “Wilson Cury”. A noite promete muitas emoções com a homenagem, neste ano, aos ex-presidentes do clube. A celebração será embalada pelo som da Orquestra Vox Machine e cardápio assinado pelo renomado Trópikos Buffet.
 
A homenagem é uma forma de agradecimento e retribuição pelo empenho e serviços prestados a todos que ocuparam o cargo de presidente ao longo dos 60 anos. Na ocasião, estarão ex-presidentes presentes ou seus representantes. Troféus confeccionados especialmente para a ocasião serão entregues em cerimônia especialmente elaborada para o evento.
 
O cardápio assinado pelo Trópikos Buffet (Expresso Gourmet) terá finger foods, como tarte de frango defumado com geleia de aroma, rosti de batata com tomate e queijo de búfala ao azeite de manjericão, vou-au vent de camarão com alho poró, entre outras iguarias, seguidos de dois pratos principais e sobremesa caprichada. O serviço inclui espumante, água, sucos, refrigerantes e cerveja. Para maior comodidade, os convidados também poderão ingressar no salão social com whisky de sua preferência isentos do pagamento de rolha.
 
O traje social completo é obrigatório para todos os presentes na celebração, o que conferirá o clima ainda mais elegante da noite festiva. Haverá, na oportunidade, serviço de vallet gratuito com vagas limitadas. Vale ressaltar que ainda há convites à venda na Administração do clube. Informações: 4728-5600.
60 anos de história
Em meados dos anos de 1950, Mogi das Cruzes vivia, como todo o País, uma época de transformações nos mais variados aspectos: político, social, econômico, cultural… Foi então que surgiu na cidade a ideia da criação de um clube que atendesse às necessidades de uma sociedade cada vez mais exigente, que contivesse atividades diversificadas, e, principalmente, pudesse reunir as famílias e proporcionar a elas horas de lazer e descanso ao lado de amigos. Começava aí a história do Clube de Campo de Mogi das Cruzes (CCMC), que, no dia 6 de agosto de 2017, completou 60 anos.
 
O clube nasceu pelas mãos de José Arouche de Toledo, Milton Cruz, Felipe Sawaya, Anésio Urbano, Antônio Costa Leite, Carlos Alberto Lopes e Mário Cilento, que constituíram a primeira comissão responsável pelo estatuto e plano geral do clube, ao lado e apoiados pelos outros precursores: Benjamim Solitrenick, Waldemar Costa Filho, Orlando Calil, José Meloni, Isaac Grinberg, Wilson Urbano, Nelson Straube, Cláudio Augusto Martins, Affonso Alves Muniz, Alfredo de Paula Pereira das Neves, Cláudio Borba, José Cury Andere e Júlio Perotti. Nomes dos pioneiros até hoje cravados na história.
 
Em 21 de junho de 1957, na sede da Associação Comercial e Industrial de Mogi das Cruzes, foi registrada a primeira reunião preparatória para a fundação do CCMC. Foi denominado Clube de Campo por que, na época, a cidade contabilizava apenas 90.000 habitantes e a área era afastada do centro, ao contrário dos dias de hoje, quando ocupa local privilegiado, em um dos bairros mais nobres de Mogi, atualmente com aproximadamente 420.000 habitantes. Precisamente em 6 de agosto de 1957, às 20 horas, na mesma Associação, o tão sonhado clube foi fundado oficialmente.
 
Sessenta anos se passaram e atualmente o CCMC se tornou uma potência em lazer e também em esportes e cultura e eventos sociais. O clube conta com a frequência de mais de mil associados diariamente em suas dependências, principalmente na academia e nas quadras de tênis.
O CCMC possui destaque como um dos melhores e maiores do Alto Tietê. É referência em administração, transparência e qualidade. Elementos que o transformaram em objeto de desejo para a sociedade mogiana.

Comentários no Facebook